Intervalo entre os ônibus é a maior queixa de passageiros

O tempo gasto esperando pelo ônibus foi a principal reclamação registrada por passageiros na SPTrans, sob a gestão de João Doria (PSDB), nos primeiros seis meses do ano na capital.


Entre 1º de janeiro e 19 de junho, foram 4.563 queixas por intervalo excessivo entre os coletivos, uma média de 27 por dia.

Os números obtidos via Lei de Acesso à Informação, mostram o que os motoristas já sabem.


O trânsito carregado na cidade impede o cumprimento de partidas, porque os ônibus chegam ao ponto final atrasados.


O consultor em transporte público Marcos Bicalho afirma que não basta botar mais coletivos em circulação, enquanto não houver uma solução para dar mais agilidade ao tráfego.

"Colocar mais ônibus na rua é só fazer com que fiquem parados no trânsito."

Resposta

A SPTrans (empresa que gerencia o transporte municipal), sob a gestão João Doria (PSDB), afirma que o número total de reclamações recebidas caiu 22% entre 1º de janeiro e 19 de junho de 2017 na comparação com o mesmo período do ano passado.


"Do mesmo modo, o número de reclamações por não atendimento a embarque e desembarque caiu 25% e o de queixas por intervalo excessivo na linha caiu 7,6%."


A SPTrans informa que constatou desajustes na operação da linha 5630/10 (Terminal Grajaú/Metrô Brás) e autuou a empresa responsável para que medidas corretivas fossem tomadas.

A empresa afirma que tem intensificado fiscalização 24 horas e que investe na requalificação dos motoristas.

Segundo o órgão, além de vistorias habituais, haverá também auditorias periódicas nos setores de treinamento das empresas.


Sobre congestionamentos, a reportagem questionou a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), mas resposta veio por meio da SPTrans, que afirma incentivar o uso de transporte coletivo permitindo integração pelo Bilhete Único, operações de ônibus em faixas exclusivas ou preferenciais, melhoria da tecnologia veicular e mais informação sobre linhas.

             DEIXE SEU COMENTÁRIO             
Tecnologia do Blogger.