Aumenta o número de multas por baratas em ônibus de São Paulo

O número de multas aplicadas por falta de higiene nos ônibus de São Paulo cresceu quase 20% no primeiro semestre de 2017 em relação ao mesmo período do ano passado. O problema não tem sido só a sujeira, mas também a presença de baratas no transporte público.

O gerente Lucas Alves reclamou que a situação tem sido frequente nos ônibus da linha 9501 com destino ao Terminal Capelinha, na zona sul da capital paulista. A viação Santa Brígida, responsável pelo trajeto, respondeu que os veículos que fazem esse caminho receberam o serviço de dedetização no último domingo.

Também no fim de semana, a estudante Natalia Milani passou por uma situação semelhante em uma perua no Terminal Barra Funda, na região oeste de São Paulo.

Desde o início do ano, a SPTrans aplicou quase 2.900 multas por falta de higiene nos ônibus que circulam na capital paulista. Nos oito primeiros meses do ano passado, esse número ficou em 2.409.

Há dois anos, a BandNews FM já havia levado ao ar a reclamação do ator e ouvinte Ary França sobre as baratas no transporte coletivo. Na época, a viação Gato Preto respondeu que todos os veículos da empresa são dedetizados a cada três meses.
Já a SPTrans alegou que fiscaliza o transporte público 24 horas por dia em todas as regiões da cidade e prometeu vistoriar os ônibus da linha citada.
        DEIXE SEU COMENTÁRIO        
         CURTA NOSSA PÁGINA         

Tecnologia do Blogger.