Grupo pula catracas do metrô para protestar contra tarifa em São Paulo

Protesto aconteceu no fim da noite na estação República do Metrô


Um grupo pulou as catracas do Metrô República no ínicio da noite desta segunda-feira(15), em um protesto contra o aumento das tarifas do transporte público na cidade de São Paulo.

Aos gritos de "Não paga, pula a catraca! R$4,00 tá muito caro", um grupo de jovens pulou as catracas da estação, que tem interligação das Linhas 1-Vermelha e da linha 4-Amarelha. Logo em seguida, algumas pessoas aderiram e fizeram o mesmo.


No vídeo acima, é possível ver seguranças do Metrô tentando impedir alguns, mas, como muitas pessoas começaram a passar por baixo e pular as catracas, a ação não surtiu efeito.


De acordo com a assessoria do Metrô, um grupo de manifestante aproveitou que os agentes de segurança estavam fazendo uma ronda pela estação e pularam as catracas como um protesto ao aumento da tarifa.

Ainda segundo a assessoria, o grupo incentivou que os outros usuários também aderissem ao ato. Houve uma discussão entre os agentes de segurança e os manifestantes. Não houve depredação do local e ninguém ficou ferido.

Prostestos
Na última quinta-feira (11), ocorreu o primeiro protesto contra o aumento das tarifas do transporte público na cidade de São Paulo organizado pelo Movimento Passe Livre. O grupo fez um ato que saiu do Teatro Municipal, no centro, e seguiu até o Largo da Concórdia no bairro do Brás.


No fim do protesto, a Polícia Militar disparou bombas para dispersar o grupo que se aglomerou na tentativa de entrar na estação de metrô e trem do Brás.

Na quarta-feira (17), está marcado um novo ato em protesto contra o aumento da tarifa. 



        DEIXE SEU COMENTÁRIO        
         CURTA NOSSA PÁGINA         

Tecnologia do Blogger.