TJ/SP divulga cartilha de orientação a vítimas de crimes sexuais nos transportes

O modelo é resultado da campanha denominada Juntos Podemos Parar o Abuso Sexual nos Transportes.


O TJ/SP divulgou nesta quarta-feira, 3, uma cartilha de orientação a vítimas de abuso sexual nos transportes. A publicação traz dicas de como vítimas e testemunhas podem agir em situações de violência. O modelo é resultado da campanha denominada Juntos Podemos Parar o Abuso Sexual nos Transportes, promovida pelo tribunal.
Durante a campanha, divulgada nos meses de setembro, outubro e novembro, foram veiculados vídeos e disponibilizados cartazes e postagens nos ônibus, trólebus, trens, terminais e estações de transportes coletivos da capital paulista e região metropolitana, além de sites e redes sociais.
Também foram realizados seminários de sensibilização ministrados por juízes, promotores e delegados, direcionados a funcionários das empresas de transporte, totalizando mais de 1,2 mil pessoas treinadas como multiplicadores da campanha.
Além disso, foram criados canais de atendimento e redefinidos fluxos entre as empresas de transportes e as polícias Civil e Militar, e realizado o curso ‘Ponto Final’, direcionado a homens acusados de abuso, estimulando a reflexão sobre suas condutas e questões de gênero.
Participaram da campanha o TJ/SP, o governo de São Paulo, prefeitura de São Paulo, Ministério Público de São Paulo, CPTM, Metrô, EMTU, SPTrans, OAB/SP, Polícia Militar, Polícia Civil, ViaQuatro, EFCJ, Secretaria de Segurança Pública, Secretaria dos Transportes Metropolitanos e Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes de São Paulo.

       DEIXE SEU COMENTÁRIO       
         CURTA NOSSA PÁGINA         

Tecnologia do Blogger.