MP investiga problemas nos trilhos da Linha 10 - Turquesa


O Ministério Público de São Paulo possui um inquérito civil aberto para investigar suposta falta de manutenção e riscos de acidentes na linha 10-Turquesa da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).
A promotoria iniciou a apuração após representação formulada pelo deputado estadual José Américo (PT), que acusava a estatal de não tomar providências para resolver diversos problemas nas suas linhas de trens, provocando, assim, “desconforto aos usuários do sistema público de transporte”.

Segundo a promotoria, entre as estações Capuava e Mauá, ambas na mesma cidade, o trem reduz a velocidade de 90 km/h para 20km/h porque o trilho é antigo e deve ser substituído.

Na ocasião, a CPTM informou que a manutenção permanente da linha que passa pelo ABC está sendo realizada com equipe própria porque o contrato com empresa terceirizada para o serviço foi encerrado por decisão da empresa contratada, mas que os operários da companhia são capacitados para garantir a segurança operacional. Não há prazo estipulado para contratação do trabalho.
Segundo o Ministério Público, atualmente inquérito  foi encaminhado da promotoria de Patrimônio Público para a de Habitação e Urbanismo. “Por enquanto está em análise com o promotor”, diz nota do órgão.
        DEIXE SEU COMENTÁRIO        
         CURTA NOSSA PÁGINA         

Tecnologia do Blogger.