Homem é preso em SP por abusar sexualmente de mulher em metrô

Suspeito teria ejaculado em mulher de 30 anos na estação Pedro II e dito à polícia que teria cometido o ato em razão de problemas conjugais


 Um homem foi preso após abusar de uma mulher de 30 anos em um trem do metrô da estação Pedro II, no Brás, centro de São Paulo, nesta segunda-feira (11), por volta das 9h30 da manhã.

De acordo com a Polícia Militar, o homem confessou que cometeu o abuso e afirmou que estaria passando por problemas conjugais, o que, segundo ele, teria motivado a agressão.


Policiais da Ronda Patrulha de Motocicleta, que patrulhavam a área da estação, teriam encontrado um homem correndo na Radial Leste. Segundo a polícia, outras pessoas corriam atrás do homem. Os policiais o abordaram. A vítima, por sua vez, o alcançou e relatou aos policiais o que ocorrido.

A mulher, de 30 anos, informou aos PMs que estava dentro de um vagão do metrô, quando sentiu que estava sendo 'encoxada'. Além disso, a vítima relatou que o homem havia tirado a genitália para fora da calça, se masturbado e até ejaculado. Diante do pavor que sentiu, a mulher informou que ficou confusa e sem reação, segundo os policiais.

O homem, de 32 anos, preso por violência sexual, teria confessado a agressão, segundo os oficiais. O acusado afirmou que é casado, tem dois filhos e que estaria passando por uma crise conjugal, por este motivo, cometeu o crime. Ele teria dito também que estava a caminho do  trabalho.


O caso foi registrado na 1ª Delegacia de Defesa da Mulher, no centro de São Paulo. De acordo com a polícia, o homem deve passar por audiência de custódia na próxima terça-feira (12).

Em nota, o Metrô de São Paulo afirma que condena a prática de crimes dentro ou fora do transporte público. E diz que, para coibir este tipo de crime, a companhia possui uma rede de auxílio com mais de 3.000 agentes de segurança e de estação, treinados e preparados para atender e acolher as vítimas dentro do sistema metroviário que é monitorado por câmeras de vigilância instaladas nas estações e trens, para ajudar na identificação dos infratores.

Além disso, os passageiros têm à sua disposição o aplicativo de celular "Metrô Conecta" e o serviço SMS-Denúncia do Metrô (97333-2252) por onde podem enviar informações, fotos e vídeos de ocorrências e, com isso, possibilitar o deslocamento imediato dos seguranças para o local da ocorrência. 

Fonte: R7

        DEIXE SEU COMENTÁRIO        
         CURTA NOSSA PÁGINA         

Tecnologia do Blogger.