Linha 9 - Esmeralda ganha suporte financeiro para passar a ir de Osasco a Varginha


De acordo com a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), as obras de extensão da Linha 9 – Esmeralda, entre Grajaú e Varginha ganharam um reforço financeiro, a companhia informou que atualmente oito contratos estão em execução, englobando mais de R$ 186 milhões. O Ministério das Cidades liberou R$ 170 milhões, desde o segundo semestre do ano passado e o restante (R$ 16 milhões) foram repassados pelo governo do Estado de São Paulo.

Segundo a CPTM, os serviços que estão em andamento são a implantação dos sistemas de sinalização e telecomunicações, implantação do suprimento de energia, supervisão de energia e dos sistemas de sinalização e telecomunicações, reforço da rede aérea no trecho entre as estações Jurubatuba e Grajaú e adequação do CCO (Centro de Controle Operacional).


Além da construção dos quatro viadutos que farão a transposição da via férrea do trecho de 4,5 quilômetros em implantação e facilitarão o tráfego de pedestres e de veículos na região. A Linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú) transporta atualmente cerca de 620 mil usuários por dia útil. Com a ampliação de 4,5 km entre Grajaú e Varginha, a projeção é que sejam acrescentados à linha 110 mil usuários atendidos pelo futuro trecho.

Com a ampliação, a linha ganhará duas novas estações, Mendes-Vital Natal e Varginha, beneficiando os moradores dos bairros Grajaú, Estrada dos Mendes, Varginha, Vila Natal, Jardim Icaraí, Jardim São Bernardo e Conjunto Residencial Palmares, no extremo sul de São Paulo. A previsão de conclusão é o segundo semestre de 2019, de acordo com a CPTM.

Foto: Wesley Souza


   DEIXE SEU COMENTÁRIO   
    CURTA NOSSA PÁGINA     

Tecnologia do Blogger.