Menino de 3 anos morre atropelado por trem no metrô de SP após se perder da família

Familiares dizem que menino foi levado pela multidão que desceu na estação Santa Cruz, quando eles voltaram, ele tinha sumido e foi achado morto



Um menino de três anos morreu depois de ser atropelado por um trem da linha 1-Azul do Metrô de São Paulo, na estação Santa Cruz (zona sul da capital), no início da tarde do último domingo (23).

Segundo a família do menino, a criança estava com a mãe, Lineia Oliveira Silva, mais três irmãos e o padrasto dentro do metrô lotado. Quando o trem parou na estação Santa Cruz, sentido Jabaquara, e os passageiros desceram do vagão, o menino também desembarcou.


Os familiares teriam ficado desesperados, pois antes que eles pudessem buscar o menino, as portas do trem fecharam e seguiu viagem. A família desceu na estação seguinte, Praça da Árvore, e embarcou de volta onde a criança havia descido sozinha. Chegando lá, não encontraram o menino.

Os seguranças passaram a procurar a criança. A operação dos trens foi momentaneamente bloqueada durante as buscas. Pouco depois, os seguranças removeram o menino, já sem vida, em uma maca de dentro do túnel.


A criança ainda foi levada ao Hospital São Paulo com ferimentos na cabeça e depois conduzido ao IML (Instituto Médico Legal). O sepultamento aconteceu no Cemitério Bonsucesso, em Guarulhos, (Grande São Paulo), na tarde de terça-feira (24).

Em nota, o Metrô afirmou que na manhã do último dia 23, por volta das 11h, os agentes de Segurança da estação Santa Cruz do Metrô foram informados pelo Centro de Controle de Segurança que uma criança estava perdida na estação.

"Prontamente iniciaram a busca, que resultou na localização de uma criança desacordada dentro do túnel, a 200 metros de Santa Cruz. O menino foi imediatamente encaminhado para um pronto socorro na região em uma viatura da Segurança da Companhia. No hospital, infelizmente, foi constatado o óbito", declarou o Metrô.

Fonte: R7

   DEIXE SEU COMENTÁRIO   
    CURTA NOSSA PÁGINA    

Tecnologia do Blogger.