Tarifa de ônibus sobe para R$ 4,50 em Osasco e R$ 4,75 em São Bernardo



A dois dias da virada de ano, duas prefeituras da Grande São Paulo confirmaram o aumento nas tarifas dos ônibus municipais. A informação foi publicada nos diários oficiais deste sábado (29).

Em Osasco, a tarifa de R$ 4,35 passa para R$ 4,50, a partir de quarta-feira (1º de janeiro). A alta é de 3,5%.  A inflação oficial pelo IPCA acumulada em 2018 é de 3,59%.  O último reajuste havia sido feito em janeiro de 2018.


As empresas haviam solicitado reajuste para R$ 5,08, o que levaria ao maior aumento em 10 anos na cidade, mas a medida não foi aceita. O município tem 696 mil habitantes, segundo o IBGE, e tem como prefeito Rogério Lins (Podemos).

Nos últimos anos, cidades vizinhas como Carapicuíba e Barueri mudaram o preço das tarifas em dias próximos ao anúncio de Osasco. Ainda não há confirmação de aumento nelas.

No ABC, a prefeitura de São Bernardo do Campo também decretou reajuste. A tarifa vai de R$ 4,40 para R$ 4,75 no primeiro dia de 2019, uma elevação de 8%. O último aumento passou a valer em fevereiro de 2018.


A gestão do prefeito Orlando Morando (PSDB) afirma que o cálculo de gastos das empresas que prestam serviço levaria a um preço ainda maior: R$ 4,87. Em São Bernardo, vivem 833 mil pessoas.

Ambas as cidades manterão valores superiores ao cobrado nos ônibus da capital. A prefeitura de São Paulo anunciou que a tarifa será de R$ 4,30 a partir de 7 de janeiro. Metrô e CPTM ainda não noticiaram aumentos. Já os ônibus intermunicipais devem ter o reajuste anunciado em 2019.

Fonte: Folha de SP
Foto: Willian Caminha


   DEIXE SEU COMENTÁRIO   
    CURTA NOSSA PÁGINA    

Tecnologia do Blogger.