Mulher dá à luz na estação Brás da linha 3-vermelha do Metrô de SP

Segundo a companhia este é o 24º parto feito por funcionários do Metrô deste 1976, quando foi registrado o primeiro nascimento em uma estação

Uma mulher entrou em trabalho de parto no início da tarde desta terça-feira (15) na estação Brás da linha 3-vermelha do Metrô e deu a luz à criança com a ajuda de uma equipe de seguranças da companhia.

Segundo o Metrô, os funcionários foram avisados por outros passageiros sobre uma mulher em trabalho de parto e levaram a mulher para a sala de primeiros socorros da estação, onde a criança, um menino, nasceu às 14h02 da tarde.


Após o parto a criança e a mulher foram levadas para o Hospital João XXII, na Mooca. Este é o 24º parto feito por funcionários do metrô deste 1976, quando foi registrado o primeiro nascimento em uma estação.

Ainda segundo a Companhia do Metropolitano de São Paulo, todos funcionários os funcionários da operação do Metrô são capacitados para atuarem em atendimento a trabalho de parto e primeiros socorros.

"Os agentes de estação e de segurança recebem treinamento e passam por reciclagem anual para pronta atuação em situação do tipo. As 58 estações administradas pela Companhia do Metrô, nas linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata, contam com kits de primeiros socorros, para atendimento a situações de parto e também com desfibriladores", explicou a empresa por meio de nota.

Veja o relato do Metrô:
"Por volta das 13h30 a usuária entrou em trabalho de parto no mezanino de Brás, próximo às escadas rolantes. Outros usuários avisaram os ASM1 (agentes de segurança) Porcaro e Vinicius Soares que estavam próximos ao local.

Estes pegaram a cadeira de rodas e a conduziram até a sala de primeiros socorros, e já solicitaram a VTR (viatura) ao CCS (Centro de Controle da Segurança do Metrô), e que agentes femininas viessem no auxílio.


A mãe informou que era seu terceiro filho, fato que costuma indicar maior rapidez no parto.

A agente de segurança Nazária acompanhou a dilatação, enquanto os demais preparavam os demais itens do kit e davam suporte emocional à mãe.

Os intervalos de contrações estavam com menos de dois minutos logo no início e rapidamente começou a dilatação.

As 14h02 nasceu o menino aparentemente saudável. O ASM1 (agende de segurança) Vinicius Soares foi quem segurou a criança durante o nascimento.

Após aproximadamente 15 minutos ela expeliu a placenta e foi encaminhada ao PS João XXIII, pela VTR (viatura) 256."


(*) Com informações dos sites R7 e G1
(*) Créditos da Foto: Divulgação Metrô SP



   DEIXE SEU COMENTÁRIO   


Tecnologia do Blogger.