ABUSO SEXUAL: Homem é detido após ejacular em mulher no trem da CPTM


Foto: Reprodução

Uma jovem de 22 anos de idade foi vítima de importunação sexual na estação Hebraica-Rebouças, da Linha 9-Esmeralda, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), no dia 6 de fevereiro.

No vídeo, divulgado publicamente nesta semana, um homem foi detido por ejacular nela dentro do trem. De acordo com relato da vítima, ela estava a caminho do trabalho, na Vila Olímpia, quando percebeu que um homem fazia movimentos estranhos atrás dela.


Eu percebi que tinha alguém atrás de mim, mas não tinha o que fazer, porque o trem estava muito lotado. Eu fiquei incomodada com a movimentação, mas eu não entendi o que estava acontecendo […] De repente, eu senti um líquido quente invadindo a minha calça e quando eu senti, eu entendi o que estava acontecendo. Virei, empurrei ele e ele estava com o membro para fora da calça. Estava todo sujo e tentou cobrir com a camiseta”, declarou ao “G1”.

A estagiária de Direito, então, reagiu e pediu ajuda: “Eu comecei a gritar, pedir ajuda e todos do vagão ficaram imóveis, sem fazer nada. Quando eu olhei para o lado, tinha uma menina chorando muito e só aí eu entendi que ele tinha sujado ela também. As mãos dela estavam sujas de esperma”.

Indignada que ninguém se manifestou para ajuda-la, a moça segurou o braço do homem para que ele não fugisse, enquanto outras duas passageiras apertaram o botão de pânico do vagão.


Quando os funcionários da companhia chegaram ao local, ficaram questionando a vítima sobre a veracidade de sua acusação. “Eles ficaram me perguntando se eu tinha certeza, se eu vi, se [a mancha da ejaculação] não era da chuva. E, ao mesmo tempo, ele ficava gritando que era cidadão de bem e me chamava de louca. As pessoas me olhavam como se eu fosse escandalosa. Ninguém viu gravidade no que estava acontecendo.”

Irredutível, a jovem seguiu com sua denúncia insistindo para ir à delegacia, mas os funcionários não a apoiaram e que disseram que “demoraria muito tempo” e que ela passaria “o dia todo na delegacia”.

Mesmo assim, a moça não abriu mão da denúncia e, após 2h30, a CPTM disponibilizou de um carro para levar as vítimas e o homem para registrar o boletim de ocorrência.

Ainda de acordo com a publicação, “o agressor foi detido e encaminhado para a 3ª. DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), onde foi preso em flagrante. A CPTM vai apurar internamente e, caso seja constatado que houve negligencia, tomará as medida cabíveis”.

(*) Com informações do Portal G1 via Catraca Livre


   DEIXE SEU COMENTÁRIO   

            LEIA TAMBÉM:           

Tecnologia do Blogger.