Laudo do Metrô diz que trens do Monotrilho colidiram por falha humana


Postado em 05/Fev/2019 às 12h13
Imagem:
 Reprodução Folha de São Paulo


O Metrô de São Paulo divulgou nesta terça-feira (5) uma nota em seu site oficial, afirmando que a colisão dos dois trens do Monotrilhoda linha 15-Prata no dia 29 de janeiro foi causada por falha humana.

Segundo o laudo da comissão de segurança da Companhia, a ação de um funcionário tornou o trem M22, que estava estacionado na plataforma da estação Jardim Planalto, invisível ao sistema de comunicação e sinalização (CBTC), causando a colisão com o trem M23.


Veja um vídeo aéreo da colisão:


Segundo informações publicadas no dia do acidente no perfil oficial do Metrô de São Paulo no twitter, o trem seguia vazio para uma área não operacional, onde são realizadas manobras e colidiu com outro trem que estava parado na plataforma da estação Jardim Planalto, que não recebe usuários. Não houve feridos.


No mesmo dia do acidente, por volta das 04h00, uma peça se soltou do Monotrilho na região da estação Vila União e caiu na Avenida Luís Inácio de Anhaia Melo. Chamada de “terceiro trilho”, a peça serve para passar a corrente elétrica do trem. A queda provocou lentidão nas operações da linha.

A peça chegou a ser encontrada por passageiros e a circulação voltou ao normal por volta das 08h35.


   DEIXE SEU COMENTÁRIO   

            LEIA TAMBÉM:           

Tecnologia do Blogger.