SPTrans diz que vai multar empresas que atrasaram circulação dos ônibus na manhã desta sexta-feira

Foto: Aílton Oliveira/Mobilidade SP

Os veículos demoraram para sair das garagens das empresas por conta de reuniões entre os funcionários e os representantes sindicais.

Os motoristas e cobradores protestaram por melhorias salariais. A reforma da previdência também foi uma das pautas das reivindicações.


Veja a nota oficial da SPTrans:
A SPTrans informa que uma manifestação sindical surpresa atrasou o início da operação em 33 garagens das empresas do subsistema estrutural, nesta sexta-feira. Às 5h46, a frota de coletivos já estava circulando, mas ainda com reflexos no atendimento ao usuário. O serviço está sendo normalizado gradativamente.
As operadoras que descumpriram as primeiras partidas programadas, ocasionando intervalos excessivos, serão autuadas pela SPTrans.

Ao todo, um milhão de pessoas que utilizam os 3.820 ônibus de 561 linhas foram afetadas, prejudicando também a operação nos 29 terminais municipais. As linhas do subsistema local operam normalmente.
A equipe de fiscalização da SPTrans orienta os passageiros nos terminais e permanece monitorando a operação das linhas a fim de auxiliar a população.

(*) Com informações do Metro Jornal

   DEIXE SEU COMENTÁRIO   

            LEIA TAMBÉM:           

Tecnologia do Blogger.