Doria diz que portas automáticas serão instaladas nas estações da CPTM a partir deste ano.


O governador de São Paulo, João Doria, disse em entrevista na manhã desta quarta-feira (10), que todas as estações da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) terão em até dois anos portas de plataformas. De acordo com Doria algumas estações começam a receber as portas ainda este ano.

Um estudo levantado no ano passado mostra que cerca de 3 mil passageiros se machucaram ao cair no vão entre o trem e a plataforma nos últimos três anos. É uma média de mil passageiros por ano.


Em 2015, 871 passageiros caíram nos vãos; em 2016 foram 989 e, em 2017, 997. Quando as estações estão lotadas, esse espaço pode ser ainda mais perigoso.

Em 2017, houve uma iniciativa da CPTM para diminuir as quedas nas estações Luz e Brás, no Centro de São Paulo, onde a administradora instalou borrachões na beira das plataformas para evitar mais acidentes. Para os passageiros, todas as demais estações deveriam receber esse tipo de cuidado.


Na ocasião, a companhia disse que “o vão entre o trem e a plataforma é decorrente do compartilhamento com os trens de carga”, e “para reduzir essa distância, os trens contam com estribos nas portas”.

A CPTM orienta ainda os usuários a tomarem cuidados durante o embarque e desembarque, com avisos sonoros nas estações e trens, e diz realizar campanhas de prevenção nas redes sociais.


            VEJA TAMBÉM:           

Tecnologia do Blogger.