EMTU investe em ônibus com ar-condicionado e Wi-Fi na Grande São Paulo


Foto: Reprodução

O transporte metropolitano sobre pneus, gerenciado pela EMTU/SP, foi marcado no primeiro trimestre da nova gestão por ações que resultaram em mais conforto, rapidez e inovação aos passageiros, além de contribuição para melhoria do fluxo nas vias da capital paulista.

O Consórcio Intervias e a Concessionária Metra incluíram no transporte metropolitano 55 ônibus zero quilômetro equipados com ar-condicionado. Com a renovação da frota, os passageiros que utilizam as linhas intermunicipais da região sudoeste (que inclui municípios como Cotia, Embu das Artes, Embu-Guaçu, Itapecerica da Serra e Taboão da Serra) e do ABC Paulista têm mais conforto durante as viagens.

Os 30 ônibus do Consórcio Intervias foram comprados pelas empresas que compõem o grupo: 20 são ônibus urbanos e rodoviários da Viação Pirajuçara e dez são coletivos urbanos da Viação Miracatiba. Na área de atuação desse consórcio são transportados em média 370 mil passageiros por dia. 

No ABC Paulista, a Concessionária Metra substituiu os ônibus urbanos convencionais por 25 ônibus articulados novos. Isso praticamente dobrou a capacidade de transporte na ligação entre Diadema e Brooklin, na capital, o que permite menor tempo de espera para o embarque na linha.  Os novos articulados têm 21m de comprimento, motor a diesel com menor índice de emissão de poluentes e são dotados de itens de conforto, como ar-condicionado, wi-fi e carregador USB. Os veículos são totalmente acessíveis, com plataforma elevatória para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.

A EMTU/SP promoveu em fevereiro a integração de quatro linhas metropolitanas à Estação São Paulo-Morumbi da Linha 4-Amarela. Com isso, cerca de 15 mil passageiros conseguem chegar mais depressa ao sistema metroferroviário. 



Na Baixada Santista, a EMTU/SP prossegue a licitação do segundo trecho do VLT. Ao todo, dez consórcios e empresas interessados em executar as obras enviaram propostas para participar do processo. Os documentos estão em análise pela equipe técnica de licitações. Essa nova etapa do empreendimento envolve a ligação de 8 km entre Conselheiro Nébias e Valongo, em Santos.  A estimativa é de que no futuro o VLT da Baixada Santista beneficie 70 mil passageiros por dia. Hoje o trecho em operação, entre o Terminal Barreiros, em São Vicente, e Porto de Santos, transporta 27,5 mil pessoas diariamente.

Na Região Metropolitana de Campinas (RMC), foi fechado acordo com concessionária Bus+ para a compra de 140 ônibus novos, com ar- condicionado, que serão entregues até julho. Além disso, a concessionária vai instalar wi-fi em toda a frota.


   DEIXE SEU COMENTÁRIO   

            VEJA TAMBÉM:           

Tecnologia do Blogger.