Governo de SP anuncia início das obras da estação Jardim Colonial, da Linha 15-Prata do monotrilho

Linha que atende a Zona Leste começou a ser construída em 2009. Outras quatro estações da linha estão em construção.

Foto: Governo do Estado de São Paulo

O Governo de São Paulo anunciou nesta segunda-feira (27) o início das obras da estação Jardim Colonial, da Linha 15-Prata do monotrilho. Segundo o governador João Doria, a estação será entregue em até dois anos, em 2021.

"Com a conclusão desta estação estaremos com 410 mil pessoas sendo atendidas regularmente", disse o governador. A estação será construída no canteiro central da Avenida Ragueb Chohfi, no entroncamento com o final da Avenida Aricanduva.


Outras quatro estações da Linha 15-Prata estão em construção e devem ser inauguradas em janeiro de 2020: São Mateus, Jardim Planalto, Sapopemba e Fazenda da Juta.

Doria também anunciou a retomada de obras em outras duas linhas. "A retomada em regime de concessão e parceria da Linha 6-Laranja, de São Joaquim até a Brasilândia, e a Linha 17-Ouro que vai levar finalmente o monotrilho até o Aeroporto de Congonhas”.

Acidentes na Linha 15-Prata

A Linha 15-Prata teve ao menos três incidentes em 2019. Em janeiro, um equipamento se soltou dos trilhos na estação Vila União. Na época, os trens funcionaram com velocidade reduzida e maior tempo de parada entre as estações.

No final do mesmo mês, duas composições bateram durante uma manobra próximo à estação Sapopemba. Elas estavam vazias e ninguém se feriu. Um dos vagões seguia para uma área não operacional e colidiu contra outro trem que não recebe usuários e que estava parado na plataforma da estação Jardim Planalto. Quatro viaturas do Corpo de Bombeiros foram atender à ocorrência.

No dia 15 de maio, o pneu de um trem se deslocou de uma viga e não conseguiu terminar uma manobra no Pátio Oratório, na Zona Leste. O acidente aconteceu por volta das 5h, com um trem que está sendo preparado para operação comercial. Apesar do episódio, a circulação na linha não foi afetada no dia, de acordo com o Metrô.


Histórico

A Linha 15-Prata começou a ser construída em 2009. O projeto previa ligar a Vila Prudente até Cidade Tiradentes até 2012. As primeiras duas estações, Oratório e Vila Prudente, porém, ficaram prontas somente em 2014.

Em 2016, o Metrô anunciou que o projeto deveria ser encolhido em 13 quilômetros e perder oito estações. A estação final passou a ser a São Mateus. Em abril de 2018, foram abertas quatro estações: São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói e Vila União.

No final de abril de 2019, depois de 8 meses com obras paradas, o governo de São Paulo retomou a construção do monotrilho e estabeleceu um novo prazo: inaugurar as estações São Mateus, Jardim Planalto, Sapopemba e Fazenda da Juta em janeiro de 2020.

Após a estação São Mateus, a previsão é que a linha continue até Jardim Colonial, programada para 2021. Quando estiver pronta, a Linha 15-Prata irá atender mais de 400 mil passageiros por dia.

(*) Com informações do Portal G1


   DEIXE SEU COMENTÁRIO   

            VEJA TAMBÉM:           

Tecnologia do Blogger.