Passageiros enfrentam longas filas para trocar o Bilhete Único nos postos da SPTrans

Muitos usuários não sabiam que o prazo para substituição foi prorrogado para setembro e nem que era necessário fazer um cadastro na internet antes de se dirigir aos locais de atendimento.

Foto: Rubens Cavallari

Passageiros que tentaram trocar o Bilhete Único Anônimo pelo novo modelo com identificação nesta terça-feira (28) nos postos da SPtrans enfrentaram longas filas. Muitos usuários não sabiam que o prazo para substituição foi prorrogado para setembro e nem que era necessário fazer um cadastro na internet antes de se dirigir aos locais de atendimento.

No meio da tarde nos terminais Santo Amaro e Jabaquara a espera passava de duas horas. Usuários ainda reclamavam que por várias vezes ouviram o aviso de que o sistema havia caído.


“A gente fica na fila tanto tempo esperando e depois fala que não tem sistema? Tem que ir embora, né? Voltar outro dia”, disse a diarista Maria Regina dos Santos em entrevista ao SP2.

O decreto que altera o bilhete único em São Paulo, para bilhetes personalizados com a foto do usuário, entrou em vigor em fevereiro de 2019. Foi a segunda medida que a prefeitura tomou este ano para tentar evitar fraudes. Em janeiro, já havia limitado a recarga nos anônimos de no máximo dez tarifas, o equivalente a R$ 43 reais.


Antes de se dirigir a um posto de atendimento, o usuário deve fazer o cadastro na página da SPtrans. O usuário deve ter em mãos RG, CPF, CEP da residência e uma foto 3x4 digitalizada.




O prazo para trocar o bilhete anônimo pelo bilhete com foto terminaria no próximo sábado, 1º de junho, mas foi prorrogado até o dia 30 de setembro.

A SPtrans disse que há longas filas porque as pessoas ainda não se deram conta do adiamento do prazo por mais quatro meses. Disse também que está trabalhando para acabar com as quedas no sistema e que apenas cinquenta mil dos duzentos e oitenta mil cartões ainda não foram substituídos.

(*) Com informações do Portal G1


   DEIXE SEU COMENTÁRIO   

            VEJA TAMBÉM:           

Tecnologia do Blogger.