Quatro estações do Metrô de SP são fechadas e 165 mil pessoas são prejudicadas

Problema se deu devido ao rompimento de cabos da rede aérea, de aproximadamente 1 km, registrado nesta terça- (26), na linha 5-Lilás


Mais de 165 mil pessoas foram afetadas pelo fechamento de quatro estações da linha 5-Lilás do Metrô de São Paulo, nesta terça-feira (25). O problema já se arrasta por mais de quatro horas e não há previsão de liberação.

A interrupção foi causada pelo rompimento de cabos da rede aérea, de aproximadamente 1 km, registrado na madrugada desta terça. Segundo a Via Mobilidade, empresa que administra a linha, a queda de cabos impede a alimentação elétrica. Sendo assim, as estações Capão Redondo, Campo Limpo, Vila das Belezas e Giovanni Gronchi foram fechadas.


As causas do rompimento estão sendo apuradas, disse a concessionária, sem informar a previsão de normalização.

Com o problema, 165 mil pessoas foram prejudicadas, uma vez que a estação Capão Redondo é utilizada diariamente por 90 mil, Campo Limpo, 14 mil, Vila das Belezas, 14 mil, e Giovanni Gronchi, 26 mil. A linha 5-Lilás é percorrida, todos os dias, por 580 mil pessoas.


Para tentar diminuir os danos do problema, os ônibus do Paese (Plano de Atendimento entre Empresas de Transporte em Situação de Emergência) foram acionados e estão em operação desde as 4h40, percorrendo o trajeto da estação Capão Redondo a Santo Amaro, incluindo as estações Campo Limpo, Vila das Belezas e Giovanni Gronchi, que também estão fechadas.

Em nota, a ViaMobilidade diz que “está trabalhando para solucionar o problema o mais rápido possível”. A empresa esclarece, também, que o trecho entre as estações Santo Amaro e Chácara Klabin funciona normalmente.


   DEIXE SEU COMENTÁRIO   

            VEJA TAMBÉM:           

Tecnologia do Blogger.