Metrô de SP diz que obras de expansão da Linha 2-Verde até a Penha começam em março de 2020


Foto: Divulgação

O Metrô de São Paulo anunciou em suas redes sociais, nesta quinta-feira, dia 11 de julho de 2019, que retomará a expansão da Linha 2-Verde do Metrô até o bairro da Penha, na Zona Leste da capital. Segundo a publicação, as obras serão iniciadas em março de 2020, de acordo com informações anteriores, a meta é concluir as obras até 2025, serão investidos R$ 5,5 bilhões no trecho.

A ampliação da Linha 2-Verde da Vila Prudente até Guarulhos foi anunciada em 2012 pelo então governador Geraldo Alckmin (PSDB). Em 2014, o governo concluiu o processo de licitação do projeto, que foi dividido em oito lotes. Terrenos no entorno começaram a ser desapropriados.


Em 2016, no entanto, o Metrô decidiu suspender as obras diante de dificuldades orçamentárias. À época, o governo afirmou que priorizaria projetos que já estavam em andamento. Desde então, as obras de expansão seguiam paradas.

O anúncio do Metrô desta quinta-feira trata de um trecho menor que o inicialmente proposto por Alckmin, com 8 novas estações e 8,3 km de extensão até o bairro da Penha, na Zona Leste: Orfanato, Água Rasa, Anália Franco, Vila Formosa, Guilherme Giorgi, Nova Manchester, Aricanduva e Penha. O projeto anterior previa 12 estações até a divisa de Guarulhos, na Grande São Paulo, mas de acordo com o metrô essa extensão será feita em uma segunda etapa.


Atualmente a Linha 2-Verde é constituída pelo trecho compreendido entre as estações Vila Madalena e Vila Prudente. A linha é também chamada de Linha da Paulista, por percorrer a Avenida Paulista, um dos principais centros financeiros de São Paulo.

LEIA TAMBÉM:

Quando concluída a extensão até Penha, a Linha 2-Verde terá 23 km de extensão, com 22 estações desde a Vila Madalena. Passará a ser a linha de metrô mais extensa de São Paulo, conectando-se com as linhas 1-Azul, 3-Vermelha, 4-Amarela, 5-Lilás, 15-Prata e 11-Coral. Quando concluídas, mais de 1,1 milhão de pessoas serão beneficiadas.


            VEJA TAMBÉM:           

Tecnologia do Blogger.