GREVE: Bruno Covas não atende sindicato dos Motoristas de Ônibus, e categoria promete parar amanhã, dia 6


Foto: Scoopnest
A possibilidade de acontecer greve dos ônibus na capital paulista nesta sexta-feira, dia 6 de setembro de 2019, aumentou após o Prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas, se recusar a conversar com o sindicato dos motoristas e cobradores, o SindMotoristas.

O Sindicato, juntamente com os condutores fizeram um protesto em frente à sede da Prefeitura de São Paulo na manhã desta quinta-feira, dia 5 de setembro, e exigiram ter uma conversa com o Prefeito para expor suas reivindicações e cobrar soluções, o ato começou as 10h00 e terminou por volta das 12h15.


Sem sucesso em obter pelo menos uma conversa com o prefeito, o sindicato anunciou em sua página oficial no facebook que ainda hoje uma assembleia para deliberação da greve será realizada, caso o prefeito continue intransigente, o sindicato promete que nenhum ônibus sairá da garagem nesta sexta-feira.

O sindicato reivindica contra a falta de pagamento da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) aos funcionários por parte das empresas de ônibus e contra a redução do sistema de transportes público por ônibus em andamento na cidade de São Paulo, o que levaria a uma redução dos postos de trabalho.

LEIA TAMBÉM:


            VEJA TAMBÉM:           

Tecnologia do Blogger.